Menina de Huambo

Junho 2018 - Número de Páginas: 208

LivroLivro
eBookeBook
€13.00
1.Descrição do Livro

Sinopse:

Neste meu livro, procuro mostrar todo o mal que uma guerra civil pode provocar à sua população civil, cuja única culpa foi o terem nascido num país onde alguns homens, sem escrúpulos de qualquer espécie, pretendem alcançar o poder. Não só os efeitos imediatos, mortes e mutilações provocadas por minas plantadas no território, como o enorme número de crianças que ficaram órfãs, são algumas das consequências da guerra civil. Calcula-se que, no fim da guerra civil de Angola, em 2002, 11% do total das crianças, dos zero aos catorze anos, eram órfã de um ou de ambos os progenitores. Estas crianças, largadas nas principais cidades, principalmente Luanda, eram sujeitas a todo o tipo de exploração, quer de serventia para todo e qualquer tipo de trabalho, como para exploração sexual. É o denunciar esta exploração, o foco principal deste meu livro. Também pretendo mostrar toda a miséria que se encontra nos campos de deslocados.

2.Biografia do Autor
Nelson Cerveira

Nelson Cerveira

Nascido a 26 de Maio de 1951, o autor estudou até 1970. A partir desta data foi trabalhar com o pai que era comerciante. Entre 1972 e 1974 cumpriu o serviço militar, tendo estado na então província da Guiné. Regressado do serviço militar voltou a trabalhar com o pai, tendo assumido o comércio quando o pai se viu obrigado a deixar por doença. Foi comerciante até 1998, altura que foi para Angola a tentar a sua sorte, onde permaneceu até 2009. Durante a estadia em Angola trabalhou durante um ano para as forças armadas – 8ª região Militar. Ficou hospedado na casa do Comandante da Região Militar. Contactou com muitos oficiais superiores e outros militares, tomando conhecimento de pormenores da guerra civil que assolou aquele país. Uma das zonas mais focadas pelos militares era a Província do Huambo, o que o levou a escrever este livro “Menina de Huambo”.